O curso Smart City Expert  abordará conceitos técnicos e práticos (aplicados) de como a inovação e a tecnologia são capazes de auxiliar na governança pública, na infraestrutura, na mobilidade urbana, nos serviços públicos, na economia, na geração de empregos, na arrecadação do município e no processo de transformação social, culminando em maior qualidade de vida para os cidadãos.  O curso também contará com os principais profissionais relacionados ao tema de cidades inteligentes no Brasil e no mundo e traduz ações práticas de cidades inteligentes para cidades de todos os portes, respeitando suas nuances políticas, econômicas, sociais, ambientais e culturais.

Objetivo: Permitir que gestores públicos e profissionais interessados no tema se tornem especialistas em todos os aspectos de uma cidade inteligente, e estejam aptos a compreender e elaborar projetos que envolvem as esferas social, ambiental, econômica, tecnológica e de infraestrutura.

Público-alvo: Gestores e servidores da administração pública de âmbito municipal, estadual e federal dos poderes executivo, judiciário e legislativo, empresários, profissionais autônomos, acadêmicos, representantes do terceiro setor, entidades de classe e interessados em geral.

Conteúdo do curso

11 cursos neste pacote

Módulo 1 | Transformando cidades tradicionais em Smart Cities: gestão, governança e economia

Módulo 1 | Transformando cidades tradicionais em Smart Ci...

Introdução ao Módulo 1: Transformando cidades tradicionais em Smart Cities: gestão, governança e economia

15, 16, 22 e 23 de julho 2020

O desenvolvimento de uma cidade mais inteligente começa por um bom planejamento, e passa pela gestão e governança dos processos que uma smart city exige. A análise da economia é fundamental para saber quais são os desafios, oportunidades, e prioridades de ações que envolvem gestão econômica, de serviços públicos, participação cidadã e uso da tecnologia para gerar eficiência nas operações e aumentar a qualidade de vida dos cidadãos.

Objetivos do Módulo: Permitir que o gestor público possa iniciar um processo de transformação digital e de governança no Município ou em uma Secretaria específica a partir de conceitos de tecnologia, eficiência de processos, coleta de dados e governança digital.

Conteúdo Programático: Conceitos e fundamentos de inovação aplicada ao planejamento urbano, base para a transformação de Smart Cities. Conceitos, indicadores e desafios relacionados ao cenário urbano brasileiro. Procedimentos, mecanismos e ferramentas para transformação de uma cidade tradicional em Smart City. Ferramentas e conceitos de Governança 4.0 e da nova democracia urbana. Conceitos e aplicabilidade de gestão inteligente para as cidades - digitalização, sensorização, Big Data, Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e Internet das Coisas (IoT) – em serviços urbanos e utilities. Metodologias e conceitos para aplicação da nova economia urbana das Smart Cities. Casos brasileiros e internacionais de cidades inteligentes.

Palavras-chave: Governança, Planejamento, Gestão, Economia, Eficiência, Eficácia e Tecnologia.

Módulo 2 | Cidades 4.0: o papel dos poderes municipal, estadual e federal e a interação com a população

Módulo 2 | Cidades 4.0: o papel dos poderes municipal, es...

Introdução ao Módulo 2: Cidades 4.0: o papel dos poderes municipal, estadual e federal e a interação com a população

12, 13, 19 e 20 de agosto 2020

Como as cidades 4.0 constroem uma relação direta com a população levando em consideração os poderes municipal, estadual e federal. Desburocratização e transparência são as diretrizes essenciais para se construir governos abertos e ágeis na resolução de problemas e atendimento à população, em especial às pessoas com maiores necessidades sociais. A interação entre os poderes municipal, estadual e federal é essencial para que se possa destinar adequadamente recursos para as necessidades das cidades.

Objetivos do Módulo: Permitir que o gestor público possa iniciar um processo de transformação digital e de governança no Município ou em uma Secretaria específica a partir de conceitos de tecnologia, desburocratização para eficiência dos processos públicos, aumento da coleta de dados com qualidade, governança digital, para que possa atingir uma relação mais direta com o cidadão.

Conteúdo Programático: Conceitos e fundamentos de democracia, compreendendo os avanços de tal termo no ambiente político e na realidade das cidades. Conceito de democracia participativa como forma de suplantar a crise de representatividade dos anos 90 do século XX, com destaque para ferramentas de participação popular na realidade das cidades para efetivar aspecto central de uma Cidade 4.0, a saber, a efetivação de um sentimento democrático associado à construção conjunta da realidade. Conceitos estratégicos de responsabilidade e pertencimento como chaves para a democracia enquanto valor norteador. Conceitos constitucionais de federalismo e responsabilidades das esferas de poder na realidade local, com ênfase em princípios constitucionais, leis de planejamento urbano e documentos internacionais com objetivos de consolidar valores fundamentais nas realidades das cidades com base no envolvimento dos cidadãos e cidadãs.

Palavras-chave: Cidade 4.0, Poder público, interação com cidadão, desburocratização, investimentos, governança, gestão pública ágil, Compliance, governo aberto.

Módulo 3 | Mobilidade Urbana Sustentável: Novos Modelos

Módulo 3 | Mobilidade Urbana Sustentável: Novos Modelos

Introdução ao Módulo 3: Mobilidade Urbana Sustentável: Novos Modelos

16, 17, 23 e 24 de setembro 2020

Descrição: A mobilidade urbana é um dos temas mais importantes dentro do contexto de cidades inteligentes. Cidades brasileiras e de todo mundo sofrem com uma grande pressão nos meios públicos de transporte, além de estarem altamente saturadas com veículos a combustão. A mobilidade deve ser vista como um misto entre um bom planejamento urbano e bom uso de todos os modais de transporte, fornecendo à população opções e serviços de qualidade baseado em novos modelos.

Objetivo: Trazer insights sobre os novos modelos de mobilidade urbana sustentável, integrando mobilidade elétrica, micro-mobilidade, integração de modais, entre outros fatores.

 

Conteúdo Programático: A disciplina tem como finalidade proporcionar conhecimentos técnicos e acadêmicos sobre mobilidade urbana sustentável. Definição de mobilidade sustentável e seus eixos estruturais para as cidades inteligentes.  Planejamento urbano focado no transporte público e eficiente, mobilidade ativa, acessibilidade, segurança viária, tecnologia e meio ambiente. Impacto dos deslocamentos na economia, no meio ambiente, na saúde e qualidade de vida da população. Transporte urbano motorizado e não-motorizado e o papel do cidadão inteligente no desenvolvimento sustentável. Modelos de projetos nacionais e internacionais de sucesso aplicados para uma mobilidade sustentável. A evolução da mobilidade sustentável nas cidades inteligentes: necessidades, barreiras e desafios de resiliência.

Palavras-chave: Mobilidade, Transporte Público, Eletromobilidade, Energia, Integração de Modais, Gestão de Frotas Públicas.

Módulo 4 | Cidade como Plataforma Tecnológica: Desafios da Digitalização Urbana

Módulo 4 | Cidade como Plataforma Tecnológica: Desafios d...

Introdução ao Módulo 4: Cidade como Plataforma Tecnológica: Desafios da Digitalização Urbana

21,22,28 e 29 de Outubro 2020

Cidades precisam ser transformadas em plataformas tecnológicas (City-as-a-Platform), onde tudo possa ser mensurado por meio da geração e processamento de dados que possam auxiliar os gestores na tomada de decisões mais assertiva. A partir de uma infraestrutura tecnológica, os municípios podem criar mais e melhores serviços, coletar mais dados com Internet das Coisas e usufruir da Inteligência Artificial para melhorar a eficiência das operações urbanas, otimizar a arrecadação e melhorar a qualidade de vidas dos cidadãos.

Objetivo do Módulo: Conhecer, aplicar e adaptar tecnologias disponíveis para melhorar a gestão urbana, bem como casos reais de cidades que já utilizam tecnologia como ferramenta para aumentar a eficiência da gestão pública e a melhor interação com os cidadãos.

Público-alvo: Gestores e servidores da administração pública de âmbito municipal, estadual e federal dos poderes executivo, judiciário e legislativo, empresários, profissionais autônomos, acadêmicos, representantes do terceiro setor, entidades de classe e interessados em geral.

Palavras-chave: Geoprocessamento, georreferenciamento, big data, blockchain, inteligência artificial, governança, Iot, Real Time, Open Data, Analytics, City-as-a-Platform.

 

Conteúdo programático: Introdução Smart Cities como plataformas. A inovação turbinando o desenvolvimento urbano. Economia Criativa. Economia Compartilhada. Economia Circular. Conexão, informação e inteligência. O impacto do COVID-19 na economia global. O conceito City SmartUp. As novas ferramentas no processo de digitalização das cidades. O “novo normal” urbano. A última fronteira da digitalização de cidades pelo mundo. E-Government Survey 2020. A digitalização nas cidades brasileiras. Os indicadores da ISO 37120 para universalizar o conceito de Smart City. O conceito de Digital Twins para cidades. Data Lake e Inteligência Artificial na formatação de plataformas urbanas. Benchmarking de projetos City-as-a-Platform pelo mundo.

  • 1
  • 2

Assista ao curso e aumente a performance da sua organização!


Sobre os Instrutores
Humberto Dantas

Humberto Dantas

Coordenador  e professor de diversas ações de educação política e liderança em gestão

Doutor e mestre em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (USP), com graduação em Ciências Sociais pela mesma universidade. Pós-doutorado em Administração Pública pela FGV-SP

Marcus José Rocha

Marcus José Rocha

Superintendente de Ciência, Tecnologia e Inovação na Prefeitura de Florianópolis
Mestre em Gestão da Inovação em Organizações pela ESAG-UDESC , MBA em Gestão Estratégica da Inovação pela Unisociesc/FGV, e Graduado em Ciências da Computação pela Unisul.

Diego de Melo Conti

Diego de Melo Conti

Professor e pesquisador do Programa de Pós-graduação em Sustentabilidade da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Camp). Doutor em administração com foco em governança local e cidades sustentáveis pela PUC-SP, tendo realizado um estágio doutoral na Leuphana Universität Lüneburg na Alemanha através do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior com bolsa da CAPES. Em sua pesquisa doutoral, conduziu um estudo sobre cidades sustentáveis e realizou levantamento de dados em Barcelona, Hamburgo, Copenhague, Londres e Amsterdam. Mestre em administração pela PUC-SP com pesquisa na área de sustentabilidade. Atualmente conduz um estudo sobre Cidades Resilientes em seu pós-doutoramento pela Universidade Federal de São Paulo, tendo como objetivo mapear mecanismos e práticas para resiliência urbana. Em sua ampla experiência internacional, já participou de conferências e seminários na China, no Japão, na Holanda, na Áustria, na Alemanha, na Finlândia, nos Estados Unidos, no México e no Equador. Foi um dos articuladores da Nova Agenda Urbana da Habitat III, sendo que trabalhou na difusão de conceitos e práticas de governança colaborativa em cidades. Além disso, atuou na implantação de um programa de Cidades Inteligentes em Angola na África e participou do treinamento em Liderança Climática ministrado pelo ex-vice-presidente americano, Al Gore, em Houston nos Estados Unidos e integra a rede mundial de líderes do "Climate Reality Project". Em sua última participação no setor público, ocupou o cargo de Secretário Executivo, acumulando funções como ouvidor, coordenador de sustentabilidade e de governança, da CEAGESP - Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo - o terceiro maior atacadista de alimentos do mundo, tendo recebido prêmios nacionais e internacionais pela sua atuação frente a projetos socioambientais da companhia. No setor privado, atuou em diversos projetos de consultoria para estruturação de programas de sustentabilidade junto a organizações sociais como o Programa Brasileiro de Cidades Sustentáveis, a Rede Nossa São Paulo, a Fundação Instituto de Administração (FIA), Sindicatos Patronais da Indústria e empresas do setor de Óleo e Gás.

Alexsander Maschio

Alexsander Maschio

Gerente da Regional Sul da ABCP  - Associação Brasileira de Cimento Portland

Engenheiro Civil formado pela PUC-PR, especialista em Planejamento e Gestão de Negócios pela FAE Business School e em Gestão Pública pela FESP, mestrando em Planejamento Urbano pela UFPR.

 

Cassiano Ferreira Novo

Cassiano Ferreira Novo

18 anos de experiência na área de consultoria corporativa na área de segurança e mobilidade;

Psicólogo, Especialista em Mobilidade Urbana e Saúde Pública (PUC/PR) e Mestre em Psicologia do Trânsito (UFPR); Professor de Pós-Graduação nas áreas de Engenharia de Rodovias e Cidades Inteligentes, Atualmente é Sócio-Diretor na empresa Mobilidade Segura Educação e Tecnologias, onde desenvolve projetos de segurança viária em organizações públicas e privadas.

Guilherme Dominguez

Guilherme Dominguez

Cofundador-diretor do BrazilLAB. fundador e Diretor-Executivo do ILDD e Sócio de Dominguez Advogados

Graduado em Direito pela PUC/SP, instituição pela qual obteve também os títulos de Especialista e Mestre em Direito Administrativo, tendo desenvolvido sua linha de pesquisa nas áreas de Regulação, Direito e Desenvolvimento e Controle Judicial de Políticas Públicas .

Janaina C. Pasqual Lofhagen

Janaina C. Pasqual Lofhagen

Pós Doutora em Gestão Urbana na PUCPR e University of Central Florida (Estados Unidos). Doutora em Gestão Urbana (PUCPR), com doutorado sanduíche na Universidade do Arizona (Estados Unidos). Mestre em Cadastro Técnico Multifinalitário e Gestão Territorial pela UFSC (2011). Graduada em Relações Internacionais pela UNICURITIBA (2007) e graduada em Administração de Empresas, pela FAE Centro Universitário (2008). Atuou como Supervisora de Negócios da Granja São Roque (primeira propriedade rural a gerar energia elétrica a partir do biogás dos dejetos de suínos, em SC), foi tutora do curso de Pós Graduação em Energias Renováveis da UNILA / ITAIPU. Foi consultora em Gestão Pedagógica da Fundação Parque Tecnológico Itaipu e do Centro Internacional de Energias Renováveis Biogás (CIBiogás) durante 7 anos, participando da estruturação e implantação de Cursos a Distância. Foi pesquisadora da Federação das Indústrias do Paraná (FIEP) durante 2 anos, atuando na análise de ambientes urbanos mais sustentáveis e fontes renováveis de energia. Atualmente é coordenadora do curso Smart City Expert, do iCities, consultora da ONUDI (Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial) e professora de pós graduação na PUCPR. Tem diversas parcerias nacionais e internacionais relacionadas ao estudo das smart cities, com foco na gestão urbana mais sustentável.

Renato de Castro

Renato de Castro

Renato de Castro é formado em Administração e mestre em Economia (Global Management, pela Bremen University of Applied Sciences- Alemanha). É doutorando em Global Law pela UAB - Universidade Autônoma de Barcelona, com linha de pesquisa em políticas públicas de inovação para o desenvolvimento de cidades inteligentes. Ele é o que podemos chamar de viajante global. Entre 2016 e 2019, realizou mais de 70 palestras internacionais em 30 países, liderando discussões sobre tecnologia, sustentabilidade e desenvolvimento de cidades. Atualmente, ele coordena duas forças-tarefas na Itália voltadas ao combate dos impactos da pandemia do COVID19 nos setores de educação e economia local.

Renato é sócio da consultoria SPIN Soluções Inteligentes, empresa especializada em modelagem de Parcerias Público-Privadas (PPPs) no Brasil. Ele também é o CEO da SmartUp, uma empresa de consultoria de Barcelona especializada em transformação digital para cidades. Renato é membro do conselho de administração da Leading Cities de Boston e embaixador internacional do Centro de Operações do Rio de Janeiro - COR. 

Acumulou mais de duas décadas de experiência atuando como executivo global em países da Ásia, Américas e Europa. Fluente em 4 idiomas. Também atua como colunista e vídeo blogger do renomado portal de tecnologia TILT do UOL e é autor do livro A Cidade StartUp – Uma Nova Era de Cidades Mais Inteligentes.

Ana Cristina Jayme

Ana Cristina Jayme

Arquiteta e Urbanista, mestranda em Governança e Sustentabilidade no ISAE/ FGV, especialista em gestão estratégica e de projetos pela FGV e Pós-graduada no Master em Liderança e Gestão Publica do CLP - Liderança Pública com módulo internacional na Harvard Kennedy School. Experiência no desenvolvimento e coordenação de programas e projetos em diversas áreas do setor público - planejamento urbano, desenvolvimento e acompanhamento gerencial de projetos estratégicos multisetoriais em áreas urbanas com participação comunitária, elaboração de projetos para captação de recursos e cooperações técnicas com organismos nacionais e internacionais, elaboração de planos de investimentos para orçamento municipal, identificação de oportunidades para PPPs e novos modelos de negócio, gestão estratégica de portfólio de programas e projetos, planejamento estratégico de longo prazo, elaboração de programa para redução de emissão dos gases de efeito estufa e desenvolvimento de resiliência. Ocupou várias posições executivas e diretivas e participou como membro de vários conselhos de políticas públicas. Atualmente é Assessora de Investimento do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba - IPPUC. Integrou o Grupo de Trabalho de Eletromobilidade do Ministério das Cidades/ Desenvolvimento Regional e atua na Rede Mulheres em Movimento constituída por líderes em diferentes áreas de mobilidade, energia e meio ambiente, tanto do setor público quanto do privado, para levar o poder feminino à agenda de transporte, energia e sustentabilidade, na rede de líderes do CLP e no Fórum de Economia Verde e Inovação do C40 Cities.

Calendário

  • Módulo 01 – Julho 2020
    (15 e 16/07, 22 e 23/07 Das 18h às 22h)
  • Módulo 02 – Agosto 2020
    (12 e 13/08, 19 e 20/08 Das 18h às 22h)
  • Módulo 03 – Setembro 2020
    (16 e 17/09, 23 e 24/09 Das 18h às 22h)
  • Módulo 04 – Outubro 2020
    (21 e 22/10, 28 e 29/10 Das 18h às 22h)
  • Módulo 05 – Novembro 2020
    (11 e 12/11, 18 e 19/11 Das 18h às 22h)
  • Módulo 06 – Dezembro 2020
    (2 e 3/12, 9 e 10/12 Das 18h às 22h)
  • Módulo 07 – Fevereiro 2021
    (3 e 4/12, 10 e 11/12 Das 18h às 22h)
  • Módulo 08 – Março 2021
  • Módulo 09 – Abril 2021
  • Módulo 10 – Maio 2021